GOODSENSE demonstra rapidez

PDF
   A GOODSENSE Racing Team continuou a demonstrar o porquê de ser uma das equipas mais fortes do panorama nacional de automobilismo, exibindo enorme competitividade durante as qualificações para as provas do Campeonato de Portugal de Circuitos/Iberian Supercars Trophy do programa do Campeonato do Mundo FIA GT1.

Os homens da equipa do Porto vinham para o Autódromo Internacional do Algarve com objectivos claros - recuperar a liderança dos campeonatos – e hoje tinha dado o primeiro passo nesse sentido, ao ver Patrick Cunha assegurar a pole-position para a primeira corrida. No entanto, os comissários desportivos decidiram tirar os melhores tempos ao piloto de Braga, dado alegadamente ter realizado a sua melhor volta com bandeiras amarelas.

Face ao sucedido, o duo do Lamborghini Gallardo número quatro irá alinha para a prova de amanhã do quarto lugar, ao passo que para s segunda José Ramos assegurou o terceiro posto na grelha de partida. “Foi pena a penalização, dado que a situação de bandeiras amarelas estava bem identificada e não oferecia perigo, para além de eu ter tomado todas as precauções, mas temos que aceitar, não há outra coisa a fazer. O carro não está tão bem como queríamos, mas está competitivo, como se pode verificar pelos nossos tempos. Vamos tentar evoluir para amanhã tentarmos lutar pela vitória”, afirmou Patrick Cunha.

No campo da equipa do Lamborghini Gallardo número cinco reina a confiança e optimismo, depois de ter alcançado o quinto lugar na grelha de partida para ambas as corridas, tendo Jorge Queiroz, que faz equipa com “Pépé”, efectuado a sua melhor marca de sempre no traçado algarvio. “A qualificação correu-nos muito bem e eu fiz uma volta muito boa, demonstrando que prosseguimos a nossa progressão enquanto pilotos. Para amanhã vamos tentar manter um ritmo rápido e consistente e tentar terminar entre os cinco primeiros”, declarou com confiança Jorge Queiroz.

Se na classificação geral a GOODSENSE Racing Team mostrou ter argumentos para se bater pela posições cimeiras, também categoria GT4 foi uma das forças presentes em pista. Nuno Batista registou o quinto crono na primeira qualificação, ao passo que Carlos Alonso levou o carro inglês até à segunda posição da categoria na segunda. “Com o nosso carro é difícil fazer melhor, dado que temos uma enorme desvantagem face aos nossos adversários no que diz respeito à potência. Julgo que, face às circunstâncias garantimos bons resultados e amanhã tentaremos conquistar um lugar no pódio”, sublinhou Carlos Alonso.

Também o duo do Lotus Évora demonstrou o seu valor, ao garantir o segundo lugar da categoria na grelha de partida da prova de amanhã e o quinto na de domingo. Ângela Negrão demonstrou-se satisfeita com a evolução que tem vindo a protagonizar, mostrando-se optimista para a prova de amanhã: “O Joffrey (Didier) realizou um trabalho estupendo ao efectuar o segundo tempo, abrindo perspectivas para uma boa performance na corrida de amanhã. O carro está muito bom, o que me permitiu continuar a minha evolução e espero continuar amanhã na mesma senda”.

A prova de amanhã terá o seu início às 14h35, sendo transmitida em diferido na RTP2 a partir das 18h00.

Siga a temporada do Goodsense Racing Team através da sua página do Facebook e do seu website.