BMW vence batalha germânica

PDF
   A Vita4One Racing BMW conquistou uma dobradinha numa Corrida de Qualificação do Slovakia Racing, a sexta ronda do Campeonato do Mundo FIA GT1, bastante interessante, permitindo a Michael Bartels e a Yelmer Buurman, que lideraram os seus colegas de equipa, distanciarem-se no comando da competição de pilotos.

O BMW Z4 número dezoito arrancou da pole-position pelas mãos de Bartels e, muito embora tenha liderado um comboio de cinco carros, nunca perdeu o comando, assegurando um triunfo autoritário depois de uma hora de prova, deixando o outro GT bávaro a mais de três segundos. “Este é um grande dia para a equipa. Como disse, neste campeonato os pontos de sábado são cruciais para o desfecho da competição, portanto, estou satisfeito por adiccionar mais oito pontos ao nosso pecúlio.

Não sentimos grandes problemas com a degradação dos pneus e pudemos realizar tempos muito consistentes, penso que isso foi determinante para o nosso resultado. O BMW parece bem adaptado ao sector interior, penso que é aí que temos a nossa vantagem face aos nossos adversários”, afirmou Michael Bartels, o chefe de equipa da Vita4One Racing BMW.

Os homens da ALL-INKL.COM Münnich Motorsport Mercedes foram os grandes adversários dos pilotos da BMW, mas com o decorrer da corrida foram perdendo andamento, ficando Marc Basseng/Markus Winkelhock a mais de doze segundos do duo vencedor, tendo a dupla do outro Mercedes SLS AMG terminado nos escapes do carro número trinta e oito. 

Winkelhock está confiante de que na Corrida de Campeonato poderá ter uma palavra a dizer na luta pelo triunfo. “Penso que temos algum trabalho pela frente para resolver os problemas de sobreviragem que sentimos, mas acredito que estamos numa boa posição. Ainda estamos na luta pelo campeonato e estou muito satisfeito com o terceiro lugar”, afirmou o piloto germânico.

Stephane Ortelli e Laurens Vanthoor, no Audi R8 número trinta e dois da Belgian Audi Club Team WRT, terminaram no quarto posto, apesar de um pit-stop muito lento. O ritmo do carro de Ingolstadt foi impressionante no final da corrida e um lugar no pódio estaria claramente ao seu alcance, caso não tivesse perdido demasiado tempo nas boxes.

O outro carro da equipa belga abandonou devido a um furo quando estava integrado no pelotão de cinco carros que lutava pela vitória.

Darryl O’Young e Peter Kox levaram o Lamborghini Gallardo número vinte e cinco da Reiter Engineering até ao sexto posto. A equipa germânica teve um dia complicado depois de Albert von Thurn und Taxis ter despistado o carro italiano número vinte e quatro. Devido aos extensos danos, a Reiter Engineering enviou das suas instalações na Alemanha outro carro para o Slovakia Ring, preparando-o para a corrida desta tarde, para a qual alinhou da última posição. O piloto alemão e Stefan Rosina, a correr em casa, viriam ainda a sofrer um stop & go de dez segundos por ter trocado de chassis, vendo a bandeirada de xadrez no décimo primeiro posto. 

Toni Vilander e Filip Salaquarda foram os melhores da Ferrari ao terminarem num distante sétimo lugar à frente dos dois McLaren, que ontem mal rodaram devido a problemas de suspensão.

O Ford GT da Sunred não tomou parte na corrida desta tarde devido a uma indisposição física de Milos Pavlovic, que faz este fim-de-semana equipa com Andreas Zuber.

A corrida de amanhã terá o seu início às 12h15, hora de Lisboa, e poderá ser seguida através do website oficial do Campeonato do Mundo FIA GT1.