RAY Racing Team termina no topo

PDF
   A RAY Racing Team não podia terminar da melhor forma a temporada de 2012, vencendo a derradeira corrida do Campeonato de España IberGT, realizada hoje no Circuit de Catalunya, após uma prestação notável da sua dupla de pilotos.

Ontem a formação portuguesa protagonizou uma prova difícil, terminando num bom quarto posto, apesar do seu Ferrari F430 GT2 não estar com a afinação que era desejada por Alessandro Pier Guidi e por Álvaro Fontes.

Com intuito de lutar pela vitória na corrida de hoje, os homens da RAY Racing Team trabalharam arduamente durante a noite de ontem e mudaram as afinações do carro italiano, tornando-o numa máquina extremamente competitiva para a prova de hoje.

As condições da pista estavam bastante difíceis, devido a um aguaceiro que caiu imediatamente antes da partida, mas Álvaro Fontes manteve os pneus slicks, o que obrigou a um início de prova bastante cuidadoso.

Sem cometer erros e com um ritmo bastante consistente, o piloto espanhol ao serviço da RAY Racing Team entregou o Ferrari a Alessandro Pier Guidi no terceiro posto, tendo este levado o carro de Maranello até à vitória entre os concorrentes do Campeonato de España IberGT e ao décimo terceiro lugar da geral entre os trinta nove carros que alinharam na prova de hoje, que contava também para o International GT Open.

Após a corrida de hoje Álvaro Fontes era um homem feliz, frisando o trabalho desenvolvido pela equipa portuguesa. “O início de corrida foi complicado e foi preciso ter muito cuidado para evitar cometer erros e toques. O carro estava muito bom, depois das modificações que efectuámos após a prova de ontem e pude fazer um bom turno e entregar o carro ao Alessandro em boas condições. Ele fez um turno fantástico, demonstrando o excelente piloto que é e conseguimos vencer, o que me permitiu terminar no terceiro lugar do campeonato. Quero sublinhar o excelente trabalho realizado pela RAY Racing Team que demonstrou ser uma equipa de grande nível”, afirmou o espanhol.

Alessandro Pier Guidi apontou, por seu lado, que o triunfo na prova de hoje é a recompensa pelo bom trabalho desenvolvido pela estrutura algarvia ao longo de todo o ano. “O Álvaro esteve muito bem no início da corrida em circunstâncias muito difíceis e entregou-me o carro numa boa posição. Depois das modificações que realizámos ontem o carro estava muito melhor e isso permitiu-me atacar para ascender ao comando, beneficiando de um bom handicap. Julgo que esta vitória é o prémio justo pelo trabalho desenvolvido pela RAY Racing Team que demonstrou ser uma das equipas mais fortes presentes nos campeonatos onde toma parte”, concluiu o piloto transalpino.

Este foi o melhor final de temporada possível para a RAY Racing Team que continuará a trabalhar afincadamente durante o defeso para que possa manter em 2013 o elevado nível que revelou ao longo deste ano.